AO VIVO
Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
Busca
Macapá
36ºmax
24ºmin
Correios Celular - Mobile
Saúde

Novo caso da variante Delta é identificado na região metropolitana de Curitiba

De acordo com a Secretaria de Saúde do Paraná, o infectado é um homem de São José dos Pinhais, que não precisou de internação

19 julho 2021 - 18h00Por Elisângela Silva Bispo Lima

A variante Delta do coronavírus segue se espalhando pelo Paraná. O nono caso do estado foi confirmado no sábado (17) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesa).

A cepa mais contagiante da Covid-19 foi encontrada nos exames de um homem de 46 anos, morador de São José dos Pinhais, cidade que fica na região metropolitana de Curitiba, a mesma que abriga o aeroporto da capital. 

A variante Delta foi identificada a partir do exame RT-PCR. A análise foi realizada pelo Laboratório da Fiocruz (RJ), em material coletado dia 11 de junho, quando o homem manifestou os primeiros sintomas.
A coleta foi enviada ao Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP) que o remeteu à Fiocruz. Apesar de infectado com a Delta, o paciente não registrou evolução da doença e não precisou de cuidados hospitalares, nem internação. 

A Sesa informou na quarta-feira (14) que este foi o segundo caso da variante delta confirmado em São José dos Pinhais. O primeiro foi de uma mulher de 46 anos, que morreu.

Por conta do aumento no número de casos da variante Delta, o Ministério da Saúde junto com as Secretarias de Saúde (municipais e do estado) iniciaram uma investigação nas cidades que apresentaram os casos.  

São monitorados tantos os infectados quanto as pessoas que tiveram contato com eles, para avaliar o nível de contágio e a velocidade da transmissão.

Seguem sob investigação as cidades de Francisco Beltrão, São José dos Pinhais, Apucarana (onde foram registrados os primeiros casos), Rolândia e Mandaguari.

“A variante é considerada de atenção pelo Ministério da Saúde, por isso esta investigação se tornou fundamental para a Vigilância Epidemiológica e nos apoiará na decisão de novas medidas de enfrentamento e controle da pandemia”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

O apelo da Sesa é para que a população mantenha ou redobre todos os cuidados com higiene pessoal e distanciamento, até que todos estejam com completamente imunizados.